Dra. Gelde Stocchero

  • Formada pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo – Turma 58

  • Especialista em Ginecologia e Obstetrícia pelo CFM

  • Membro da Sociedade Brasileira de Ginecologia Endócrina

  • Membro da Sociedade de Ginecologia do Estado de São Paulo

  • CRM 24.457 – RQE 6281/84

Autora de dois livros

Viver Melhor após os 35 anos (Ed.Scipione) – discute as alterações hormonais,físicas e emocionais da mulher na fase climatérica e primeiros anos da menopausa, abordando as dúvidas mais comuns, que são: a depressão, o ganho de peso e a reposição hormonal.

Tornando-se mulher – um guia para adolescentes (Ed.Scipione) – dirigido a adolescentes e mães de adolescentes, explicando e dando sua opinião sobre as transformações hormonais, corporais e comportamentais que acontecem nesta época da vida.

"Meu grande objetivo atualmente é discutir com minha paciente as verdades e os mitos em relação aos assuntos mais polêmicos na área de ginecologia e obstetrícia: Exames preventivos; Uso de hormônios na pré- e pós-menopausa; Prevenção da osteoporose; Métodos anticoncepcionais hormonais; Tratamento do papiloma vírus; Parto normal ou cesárea; Amamentação prolongada."

Minha história

A paulistana Gelde Henriqueta Flosi, descendente de italianos por parte de pai e de ingleses por parte de mãe, estudou no tradicional colégio Cedom de Santana, bairro onde nasceu e passou sua infância e juventude.

Estudiosa e muito inteligente, foi aprovada em 5o lugar no vestibular de 1970, garantindo a vaga na 58a Turma da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

Ainda durante o curso de medicina, conheceu seu veterano Ithamar Stocchero, com quem veio a se casar no início do sexto ano do curso, em 1975. Desde o início de sua prática médica, Dra Gelde se encantou pela Ginecologia e Obstetrícia e decidiu por atuar na área, obtendo o título de Especialista.

Pouco depois de nascer Eleonora, em 1977, quando dividia seu tempo entre os cuidados com sua filha e os plantões de maternidade, resolveu junto ao Dr. Ithamar encarar um novo desafio: mudar para a Amazônia para serem médicos do Projeto Jari, atendendo à comunidade da região. Lá ficaram até 1979, quando retornaram a São Paulo e nasceu Gustavo, o segundo filho.

Iniciaram então a clínica privada, que rapidamente cresceu com a grande competência e experiência obtida nos anos iniciais. Guilherme, o filho caçula, nasceu em 1984, e desde então, Dra Gelde seguiu atendendo mulheres em todas as fases da vida, desde a adolescência, idade reprodutiva e menopausa, sempre com uma visão completa da mulher e seu papel na sociedade e na família.

A partir de 2001 passou a contar com Eleonora, já formada na mesma FMUSP onde tudo começou, como sua jovem aprendiz.

Em 2006 foi a vez da sua Nora, Vivian, esposa do Gustavo, fazer parte do time, também vinda da mesma FMUSP. Como a própria Dra Gelde costuma dizer, em pouco tempo essa parceria trouxe à sua vida profissional um sopro de modernidade e atualização constante no dia-a-dia do consultório, nos partos e cirurgias com a incorporação de novas técnicas.

Dra Gelde hoje faz parte do time que ajudou a criar, sendo considerada por todos quem melhor representa a essência do Centro Médico Viver Melhor.